Reumatismo – O que é? Sintomas, Causas, Tratamento

Reumatismo – Informações sobre o problema

 

Existem alguns problemas de saúde que geralmente são entendidos de forma errada por pessoas que não conhecem muito a respeito. Vários leigos falam verdadeiras barbaridades a respeito da algumas doenças, modificando seu ‘público-alvo’, suas causas, meios de transmissão e, várias vezes, os próprios sintomas.

Um exemplo clássico disso é o reumatismo. Apesar de ser uma doença que muitos pensam existir apenas em pessoas mais velhas (idosas), esse problema atinge também crianças e adultos. O reumatismo é um termo que se refere a várias doenças que causem dores nos músculos e nas articulações, e não uma única doença, como muita gente pensa.

Várias complicações podem ser conhecidas pelo nome, tais como: Osteoartrite, artrite reumatóide, artrose, febre reumática, dor nos ombros, dor no pescoço, dor nas costas, fibromialgia, espondilite anquilosante, artrite psoriática, capsulite, gota, tendinite, entre outros problemas.

Causas do reumatismo: As causas desses problemas não são oficialmente conhecidas. Alguns são desencadeados pelo contato com o frio, com certos tipos de alimento ou outras coisas. É degenerativo e genético. Estudos mostram que o aumento de casos das doenças pode estar ligados aos chamados radicais livres.

Sintomas do reumatismo: Os sintomas dos problemas são, basicamente, a inflamação, a incapacitação física e a dor (generalizada ou local).

Tratamento do reumatismo: Por existirem mais de uma centena de problemas que se encaixam na denominação de reumatismo, é preciso diagnosticar corretamente o problema para que seja receitado um tratamento.

Além disso, a evolução das doenças e outros fatores variam de pessoa para pessoas. Alguns desses problemas ainda constituem doenças crônicas, portanto, precisando de tratamento prolongado.

Geralmente, o tratamento consiste no alívio dos sintomas.

Portanto, se você tem algum desses problemas, procure um bom médico, tenha um bom diagnóstico e inicie o tratamento. Vale lembrar também que a automedicação é uma péssima ideia.

 





Deixe um Comentário