Peixe Beta – Alimentação, Como criar, Dicas

Dicas de alimentação e como criar um peixe Beta

Quando tem-se filhos o ideal é que os pais compre um animal de estimação para fazer companhia e até mesmo para que ele/a crie mais responsabilidade quanto aos cuidados. Muitos pais preferem ter cães ou gatos, por eles serem mais amorosos e cuidadosos com o seu dono ou filho dele, no caso a criança. Muitos pais substituem um novo irmãozinho com um animal, na maioria das vezes cachorros.  Uma opção melhor para crianças que ainda não estão acostumadas a dividir uma certa atenção o ideal é um peixinho, que pode ser facilmente cuidado e alimentado. Só é preciso estar bem atento as formas corretas de cuidar do seu peixinho. Um dos peixes mais bonitos fisicamente é o Peixe Beta. Ele é de origem Tailandesa, são lindos e com caldas e nadadeiras grandes e coloridas, porem é preciso ter uma atenção maior na compra desse pequenino que pode parecer inofensivo. E importante ressaltar que o Beta macho é muito agressivo e não pode conviver com outro peixe no mesmo aquário. Ele é o famoso peixe de briga. Além disso também é preciso ficar atento com a quantidade de comida que você da a ele.
A quantidade não pode ser exagerada até por que se ele se alimentar muito ou pouco pode chegar a morrer, pois é um peixe frágil quanto a isso. Para comprá-lo você poder encontrar em qualquer loja onde vende animais ou rações.  O Peixe Beta é um peixe carnívoro porem existem rações apropriadas para a raça do peixinho. As rações podem ser em formas de bolinhas ou até mesmo em flocos, porem a de forma de bolinhas não são recomendadas. Quanto a alimentação, alimente-o com a ração apropriada duas vezes ao dia, de manha e de tarde (de 4 as 6 ) alimente-o de novo. Para agradá-lo é sempre bom de vez enquanto dar um pedacinho de carne (muito pequenos). E sempre bom trocar a água do aquário por pelo menos 1/3 a cada semana, o mínimo de água e de 2 litros, nada mais que isso.





Deixe um Comentário