Chuva Ácida – O que é, Formação – Resumo 2017

Chuva Ácida – Algumas informações

 chuva-acida

Não é de hoje que o homem vem destruindo seu habitat. Há muitos e muitos anos, a natureza vem sendo devastada cada vez mais. O ser humano sempre busca o que é mais fácil ou lucrativo, esquecendo-se de preservar o que lhe dá os verdadeiros recursos para a sobrevivência.

O descaso do ser humano com o meio ambiente tem causado diversos problemas ambientais, que hoje resultam em desastres cada vez maiores, refletindo o mal que o homem fez para a natureza e, consequentemente, para a própria espécie.

Um desses problemas, que traz diversos pontos negativos, é a chamada chuva ácida.

O que é a chuva ácida: A chuva já é naturalmente ácida. Porém, seu nível de acidez ainda é normal e não prejudica o homem. O que acontece é que a queima de combustíveis fósseis, tais como o petróleo, aumentam o nível de dióxido de carbono na atmosfera e alteram o pH da chuva, tornando-a altamente perigosa para os seres que habitam na terra.

Tal fato traz inúmeros problemas, prejudicando as vegetações e o solo, danificando organismos vivos que habitam na água, entre várias outras consequências.

Com a chuva ácida, os lagos podem perder toda a vida que há neles, enquanto florestas inteiras podem ser destruídas. Também é prejudicial na agricultura, agindo como um verdadeiro destruidor das plantações.

O fenômeno também pode corroer materiais de construções e liberar metais tóxicos presentes no solo, prejudicando a saúde.

Existem algumas atitudes que podem evitar o desenvolvimento da chuva ácida. Ações como o uso do transporte coletivo, a conservação de energia, a utilização de fontes que poluam menos e a purificação do escapamento dos veículos são coisas que podem ser feitas a favor da natureza, para diminuir o percentual gradativo de aumento do dióxido de carbono na atmosfera e ter a esperança de viver em um meio ambiente mais saudável e cheio de vida.





Deixe um Comentário